#Somostodosviradores

Pedro C Sirotsky
2 min readJun 1, 2020

Eu escuto há anos Brasileiros falando que temos “síndrome de vira lata”. Esse termo foi criado pelo grande tricolor Nelson Rodrigues após nossa derrota para a seleção do Uruguai em 1950, palavras de Nelson Rodrigues.

“Por “complexo de vira-lata” entendo eu a inferioridade em que o brasileiro se coloca, voluntariamente, em face do resto do mundo. O brasileiro é um narciso às avessas, que cospe na própria imagem. Eis a verdade: não encontramos pretextos pessoais ou históricos para a autoestima”

Nelson, que Deus o tenha mas acho que a síndrome de vira lata que se refere tem uma conotação pejorativa e talvez para você o povo brasileiro ser “narcisista” seria uma característica positiva.

Narcisismo vem do mito grego de Narciso, um bonito jovem e indiferente ao amor que ao se ver refletido na água apaixonou-se pela própria imagem refletida.

O conceito de egoísmo excessivo tem sido reconhecido ao longo da história. Na Grécia antiga, o conceito foi entendido como arrogância

Sabe o que acho engraçado? Que falam para não termos síndrome de vira lata, como algo pejorativo por uma semente criada por um grande escritor que dentre suas grandes obras tem como obra prima “o Anjo Pornográfico”.

Ai vai minha provocação, Vira lata aprende sozinho, é virador, briga na rua, é carinhoso, anda com o peito estufado e orelha pra cima depois de tomar uma surra, tem gratidão.

Qual seria a raça “oposta” de um vira lata? Um Pitbull? (a título de exemplo, nada contra a raça)

Americano é pitbull, feito em laboratório, come ração apesar de brigão não aguenta uma virose.

Não sei se eu tenho essa síndrome do vira lata, mas quero pegar para sempre

Gringo não vira lata para ver o que tem , porque já tá alimentado, já recebeu conhecimento necessário ao ponto de perder o faro.

Vira lata é único, impossível de ser replicado.

Com todo respeito aos astrólogos, a partir de hoje o meu signo é Vira Lata — acho que tem bastante significado neste signo e pode ter certeza que não precisa de mapa astral. Nós encontramos o caminho de um jeito ou de outro no maior astral.

Com todo respeito as religiões — vamos orar sim, mas nunca foi a hora de virar, então viremos

Viramos o jogo aos 45 sempre

Viramos a mesa quando estamos com raiva porque não aceitamos a derrota

Jamais viramos as costas para os problemas porque não temos outra opção

#Somosviradores

Pedro Cavalcanti Sirotsky e João Ricardo Mendes

--

--